Travesti é preso por tentar contaminar enfermeiras com vírus da Aids em Brasília

Um travesti foi preso no Distrito Federal acusado de infectar enfermeiras com sangue contaminado pelo vírus da AIDS.

A chefe da enfermagem do Hospital Regional de Ceilândia, cidade a 20 Km de Brasília, foi a primeira a ser agredida pelo travesti. A técnica de enfermagem, que também não quis se identificar explicou à reportagem da Band do DF que foi mordida no braço.

As agressões só pararam quando o travesti foi dominado por um policial militar. Osmair Miliano pinto, de 28 anos, conhecido como Maíla, é portador do vírus HIV. Em depoimento à polícia, ele disse que agrediu as funcionárias porque houve demora no atendimento.

A chefe e a técnica de enfermagem do hospital, vítimas do travesti, já tomaram o coquetel anti-aids e vão passar os próximos meses sob observação médica.

Fonte: Band

Data de criação: 29/06/2010
Última atualização: 29/06/2010

Veja também:

AIDS | HIV nas redes sociais

  • orkut
  • twitter
  • facebook
  • youtube
  • rss

Deixe sua mensagem

Lembramos que a equipe do site AIDS/HIV é formada por jornalistas. Portanto, as informações encontradas no site NÃO dispensam as orientações médicas. O nosso objetivo é informar e nunca substituir a palavra de um médico.


(obrigatório)

(obrigatório)

Mensagem