Risco de infecção por Aids diminui 76% em homens que fizeram circuncisão

Tags:, , ,

Uma pesquisa publicada nesta quarta-feira em Roma, no último dia da conferência internacional sobre a Aids, mostra que a circuncisão permite uma diminuição de 76% dos riscos de infecção com o HIV nos homens.

Este estudo da Agência Francesa de Pesquisas sobre a Aids (ANRS), dirigido por Bertrand Auvert, foi realizado na localidade de Orange Farm, subúrbio de Johannesburgo, onde a infecção alcança níveis particularmente altos: com 35/39 anos, 40% dos homens não circuncidados têm HIV e, entre as mulheres, 45%.

Por causa de uma campanha de promoção realizada por cientistas, mais de 20.000 homens aceitaram passar por uma circuncisão. O objetivo da pesquisa era comprovar na prática uma queda do risco de 60% estabelecida por testes clínicos.

Se nenhum homem tivesse sido circuncidado nesta comunidade durante o período da pesquisa, a incidência de infecções do HIV teria sido 58% maior, segundo os cientistas.

“Esta é a primeira vez que um estudo em nível mundial demonstra que um programa de prevenção entre adultos heterossexuais funciona no mundo real”, explicou Auvert.

“Isso confirma que a circuncisão masculina, barata e que é feita apenas uma vez na vida, é um método preventivo eficaz”, declarou o professor Jean-François Delfraissy, diretor da ANRS.

Dirk Taljaard, médico sul-africano que participa na pesquisa, enfatizou que os cientistas esperam que a repercussão desse método seja uma redução da infecção também entre as mulheres.

Fonte: AFP

Data de criação: 25/07/2011
Última atualização: 25/07/2011

Tags:, , ,

Textos relacionados:

AIDS | HIV nas redes sociais

  • orkut
  • twitter
  • facebook
  • youtube
  • rss

2 Comentários Publicados

  1. Abilio tomas disse:

    Com tantos cientistas anivel mundial qual é a razao k leva a nao se discobrir farmaco ideal para iliminar este mal duma vez por todo. Sou um dos a fetados pleace i need your help. I’m not filling well to see my brother seek.

Deixe sua mensagem

Lembramos que a equipe do site AIDS/HIV é formada por jornalistas. Portanto, as informações encontradas no site NÃO dispensam as orientações médicas. O nosso objetivo é informar e nunca substituir a palavra de um médico.


(obrigatório)

(obrigatório)

Mensagem