Diagnóstico

A única maneira de confirmar se uma pessoa é soropositiva ou não é submetê-la ao exame de sangue que verifica a presença do vírus HIV. Os testes existentes hoje analisam se há presença de anticorpos produzidos pelo doente para combater o vírus HIV.

É importante lembrar que existe um intervalo de tempo entre a contaminação e o aparecimento de anticorpos no sangue, chamado de janela imunológica. Esse período é normalmente de duas a oito semanas (14 e 56), mas em alguns casos (raros) pode ser mais prolongado.

Se o teste for feito durante o período da janela imunológica, pode apresentar um falso resultado negativo. Por isso recomenda-se fazer o exame após 60 dias da situação de risco. Se o exame for feito após 90 dias, é completamente seguro.

Os testes anti-HIV podem ser realizados em unidades básicas de saúde, em Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) e em laboratórios particulares. Nos CTA, o teste anti-HIV pode ser feito de forma anônima e gratuita. Nestes centros, há uma equipe de aconselhamento que orienta os pacientes antes e depois do teste. O objetivo é facilitar a correta interpretação do resultado.

Quem deve fazer os exames

  • Pessoas que têm relação sexual sem usar camisinha;
  • Pessoas que contraíram qualquer Doença Sexualmente Transmissível (DST);
  • Pessoa que, pelo menos uma vez, compartilharam seringas e agulhas ao usar drogas injetáveis;
  • Pessoas que tenham relacionamento sexual sem camisinha com outras que costumam usar drogas injetáveis, compartilhando agulhas e seringas.

Saiba onde fazer o teste na sua cidade:
Disque-Aids: 0800 61 1997 ou 0800 16 2550

Data de criação: 27/07/2009
Última atualização: 31/08/2011

Veja também:

AIDS | HIV nas redes sociais

  • orkut
  • twitter
  • facebook
  • youtube
  • rss