Aids/HIV já matou cerca de 220 mil pessoas no Brasil

Tags:, ,

Há cerca de 25 anos foi registrado o primeiro caso de Aids no Brasil. No inicio, a contaminação era registrada na maioria dos casos em homens da classe média alta, moradores de grandes centros, como Rio de Janeiro e São Paulo. Hoje, este perfil se modificou e a contaminação do vírus HIV se interiorizou, atingindo todas as classes sociais e ambos os sexos.

De acordo com o último levantamento divulgado pelo Ministério da Saúde, o número de casos de Aids registrados em 10 anos no Brasil dobrou nos municípios pequenos e caiu nos grandes centros urbanos. Este dado indica que a doença está cada vez mais se interiorizando. Entre 1997 e 2007, o número de casos registrados nos centro urbanos, que acumulam 52% das notificações do país, reduziu em 15%. Paralelamente, nos municípios com menos de 50 mil habitantes, o número de notificações dobrou.

Segundo dados do Ministério da Saúde, entre 1980 até junho de 2009, já foram registrados 544.846 casos de Aids no Brasil. Neste período, ocorreram 217.091 mortes em decorrência da doença. Como há subnotificação, já que há pessoas infectadas com o vírus e não sabem, estima-se que 630 mil pessoas são portadoras do vírus HIV no país. De acordo com o levantamento, são notificados anualmente entre 33 mil e 35 mil novos casos de Aids no país.

A AIDS é uma doença que se manifesta em pessoas que adquiriram o vírus HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana). Também conhecida como Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Sida), a doença fragiliza o sistema imunológico, dificultando a proteção diversos microorganismos, como bactérias, protozoários, vírus e etc.

O enfraquecimento das defesas do organismo contribui para que a pessoa infectada pelo vírus HIV adquira uma série de doenças que são chamadas de doenças oportunistas. Elas podem aparecer diversas vezes e até mesmo simultaneamente. Diferente do que muitos pensam, não é a AIDS que provoca a morte do indivíduo e sim as doenças oportunistas. Já que o organismo não está forte suficiente para se defender sozinho, as infecções trazem sérios riscos à saúde do portador de AIDS.

É importante destacar que ter o vírus HIV não significa que a pessoa tenha AIDS. A presença do vírus HIV indica que, no sangue, foram detectados anticorpos contra o vírus. Em todo o mundo, há milhares de pessoas soropositivas que vivem durante anos sem desenvolver a doença. Porém, mesmo sem manifestar a doença, elas podem transmitir o vírus para outras pessoas.

Para saber um pouco mais sobre a doença, basta acessar o site Aids/HIV (http://www.aidshiv.com.br/). Lá você encontrar informações sobre o que é a doença, modos de transmissão, prevenção, sintomas, diagnostico, tratamento, além de ficar por dentro das principais notícias e estudos sobre o assunto.

Data de criação: 15/04/2010
Última atualização: 23/04/2010

Tags:, ,

Textos relacionados:

AIDS | HIV nas redes sociais

  • orkut
  • twitter
  • facebook
  • youtube
  • rss

Deixe sua mensagem

Lembramos que a equipe do site AIDS/HIV é formada por jornalistas. Portanto, as informações encontradas no site NÃO dispensam as orientações médicas. O nosso objetivo é informar e nunca substituir a palavra de um médico.


(obrigatório)

(obrigatório)

Mensagem